Conteúdo
STORYTELLING – Como Contar uma História
25/10/2016

STORYTELLING – Como Contar uma História

“Era uma vez…”. Esta certamente é uma das frases que mais ouvimos quando crianças. Tudo por que o ser humano conta “histórias” para se comunicar desde antes da linguagem escrita, e acaba estabelecendo ligações interpessoais através delas. E você já parou para pensar que uma das poucas vantagens competitivas que nós, humanos, temos na cadeia alimentar e nos faz ficar em seu topo é a capacidade intelectual e claro, a comunicação como elemento fundamental neste processo?!

E aí que surgiu o Storytelling, palavra em inglês que significa a capacidade de contar histórias relevantes. Em inglês a expressão “tell a story” significa “contar uma história” e storyteller é um contador de histórias.

Atualmente, o Storytelling está presente em várias áreas como o cinema, televisão, literatura e teatro. Esta história pode ser contada sem roteiro ou pode ser uma história polida e trabalhada. Também é muito usado no contexto da aprendizagem, sendo uma importante forma de transmissão de elementos culturais.

Hoje o Storytelling é aplicado como uma contundente ferramenta no mercado corporativo, sobretudo nos eventos. Muitas vezes é utilizado como estratégia de marketing, motivacional (nas empresas), lançamento de produto, na campanha de publicidade, e por ai vai!!!

E ganhou força por suas características apoteóticas e muito cênicas (fazendo nos lembrarmos das histórias de criança!), justamente porque vivemos na era do excesso de informação, onde somos bombardeadas por propagandas e pela atenção das marcas. E aí criamos uma defesa as muitas abordagens tradicionais. E é neste contexto que o Storytelling ganha uma importância vital, pois conta uma história interessante e chama a atenção de forma efetiva e emocional.

Resumindo: sabe aquela história do mocinho contra o bandido, o clímax da história (quando ela chega ao ponto dramático da virada) e aquele final feliz do personagem que nos identificamos? Então, esta é a real pegada do Storytelling já que é capaz de despertar emoções, utilizar diálogos realistas, ser apelativo aos sentidos, utilizando-se de um personagem por quem o público se identifica com um conflito facilmente identificado e resolvido.

E aí? Quer aplicar o Storytelling na sua marca?

Nós vamos te mostrar como fazer isso!