Conteúdo
Jornada do cliente: oferecer boas experiências encantam mais do que ótimos produtos
17/09/2018

Jornada do cliente: oferecer boas experiências encantam mais do que ótimos produtos

Os tempos mudaram. E agora, para conquistar, é necessário oferecer muito mais do que um ótimo produto. Por exemplo, não adianta um artista fazer um CD admirável, quando o show é muito abaixo do que foi mostrado em estúdio. Afinal, a jornada do cliente é o principal ativo para chegar ao sucesso e diversas empresas têm se especializado nesse assunto.

Não faz ideia do que estamos falando? Se o seu negócio lida diretamente com jovens, é bom ficar atento. Um estudo realizado pela Oracle apontou que 55% dos millennials – nascidos entre 1980 e 2000 – não tornam a usar os serviços de uma empresa após terem uma experiência ruim.

O grande case dessa tendência é a Walt Disney. Isso porque, as pessoas não ficam encantadas apenas pelos brinquedos, pessoas vestidas de princesa e castelos que parecem dos filmes, mas por tudo o que é oferecido. Ali, não existem problemas e as demandas são solucionadas com rapidez.

Muito mais do que um produto inovador e, realmente, bom, as pessoas querem um canal aberto de interação que possa resolver seus problemas e atender suas necessidades. Para isso, é importante estar atento e criar possibilidades de ouvir mais o seu consumidor. Só quem compra do que sua empresa oferece poderá falar com propriedade pontos a melhorar.

Para evitar resultados negativos, é importante que as instituições proporcionem jornadas mais humanas. Transparência, respeito e agilidade são princípios essenciais. Mas para estar à altura do que o consumidor atual espera, independentemente da faixa etária, é fundamental ouvir expectativas e criar um processo de personalização. Só assim, o público terá a certeza que está no controle das operações.