Conteúdo
“Secretárias Executivas – é impossível viver sem elas!”
27/09/2016

“Secretárias Executivas – é impossível viver sem elas!”

Você sabe por que comemoramos o dia da Secretária no dia 30 de Setembro?

É que no dia 30 de setembro de 1850, nasceu Lilian Sholes, a primeira mulher a usar uma máquina de escrever. Filha de Christopher Sholes, o gráfico norte-americano e inventor da máquina de escrever, Lilian se tornou um símbolo e é lembrada até hoje em todo o mundo.

“Secretárias Executivas – é impossível viver sem elas!”. Esta é a visão de Emilio Mathias, fundador e diretor do São Paulo Center, que há 20 anos tem o prazer de conviver com estas profissionais (ou estes profissionais, por que não!?) nas decisões dos eventos corporativos que o espaço realiza. E quem nunca pensou nesta máxima, que levante a mão!! 😉

Que sonho de consumo seria ter uma secretária para resolver todos os problemas da minha vida!

E muito mais do que resolver os problemas mais impossíveis para meros mortais, as secretárias executivas além de assessorar, participam ativamente das organizações, tanto na gestão, quanto nas decisões organizacionais. E esta profissional é cada vez exigida, não somente pelo aspecto organizacional, mas atuando também no contexto direcional e gerencial das mais diversas organizações nacionais ou internacionais.


Assessorar direta ou indiretamente executivos; participar e discutir objetivos e metas da organização; redigir textos profissionais inclusive em idiomas estrangeiros; compreender os campos da administração e recursos humanos, contabilidade, economia geral, direito, comércio internacional e (ufa!!!) e organização de eventos são algumas das capacidades e atribuições deste profissional chave  nas empresas.

A Secretária Executiva utiliza, além das técnicas secretariais, ferramentas de motivação, liderança, comunicação, gestão, e aí acaba priorizando a satisfação total dos profissionais internos e externos!

E se ainda não ficou clara a TAMANHA importância desta profissional para uma empesa, vale destacar suas principais atribuições. Olha só!

  • Liderança
  • Motivação
  • Domínio do tempo
  • Comunicação
  • Domínio de outras línguas
  • Decisões estratégicas
  • Estratégia organizacional

E para onde vai a profissão? A Secretária do futuro (nome de filme antigo, não!? 😉 não trabalha mais para um determinado executivo e sim para a empresa. Conhecer o negócio da empresa, seu core business e saber como administrá-la são credenciais fundamentais para a profissão. Resumindo: a secretária estará cada vez mais envolvida nos negócios da empresa.

CURIOSIDADES

A profissão de Secretária é regulamentada pela Lei 7377 de 30/08/85 e 9.261 de 11/01/96, possuindo também o Código de Ética. O curso de Secretariado é oferecido tanto em nível técnico, como superior.

O curso superior de Secretária Executiva surgiu no Brasil para atender as necessidades das empresas multinacionais que já estavam habituadas a trabalhar com esse tipo de profissional e com base nas exigências e necessidades do mercado, as Instituições de Ensino elaboraram grades curriculares para Secretárias Executivas para atuarem como empreendedoras, com visão holística da empresa.

FONTES

Bibliografia (sempre bom saber mais, certo?)

Registro Profissional. Lei de Regulamentação. Obtido via Internet, endereço www.fenassec.com.br. Acessado em 18/09/2005.

CARVALHO, ANTONIO PIRES; GRISSON, DILLER. Manual do Secretariado Executivo. 3ª ed., SP, Editora D’ Livros, 606 p., 2000.

ALONSO, MARIA ESTER CAMBRÉA. A arte de assessorar executivos. Edições Pulsar, São Paulo, 207 p., 2002.

Suporte secretarial. Obtido via Internet, endereço http://www.vestibular.ufba.br/guia/secretariado.html. Acessado em 23/09/2005.