Conteúdo
Como dialogar sobre a importância do investimento em eventos?
07/12/2017

Como dialogar sobre a importância do investimento em eventos?

Em tempos de crise, qualquer coisa que você apresente para seus superiores que não esteja relacionado à redução de custos, não será bem-vinda, certo? Ainda mais relacionado a investimento em eventos. Talvez esse pensamento esteja errado.

No post de hoje, vamos te dar alguns insights de como dialogar sobre a importância do investimento em eventos corporativos para que você não seja visto como um visionário sem causa querendo jogar a verba da empresa pelos ares.

Todos os profissionais da área de Recursos Humanos e Marketing sabem a importância de se fazer investimento em eventos, principalmente pelo seu retorno, mas também sabem que necessitam de um investimento inicial assim como em qualquer outra ação de marketing realizada pela empresa.

A grande questão aqui é como encher os olhos dos tomadores de decisão quando a sua ideia for sugerir um evento, seja ele de que porte ou formato for.

Vamos lá?

Faça uma projeção do investimento em eventos x retorno

Antes de apresentar a ideia, trace um planejamento completo que vai desde a escolha do tema aos valores que deverão ser desembolsados. A dica aqui é procurar por espaços que comportem a sua ideia e ofereçam o melhor custo x benefício. Enumere os itens que já estão inclusos no pacote, como serviço de buffet, cenografia, lembrancinhas, entre outros.

Feito essa parte, inicie a projeção do retorno. Sim, nós sabemos que essa é a parte mais difícil, pois você não é nenhum vidente e não consegue prever tão facilmente os resultados de uma ação que ainda não aconteceu. Mas uma boa saída é projetar os frutos que a empresa irá colher pós-evento.

Por exemplo: a atualização do mailing principal, a aproximação dos clientes com a proposta ou produto apresentado, a opinião de quem realmente interessa e pode nortear erros e acertos, o aumento da visibilidade da marca, a geração de leads, entre outras reações que serão mensuradas e descobertas ao decorrer do evento e sua realização.

Apresente os formatos disponíveis que mais de adequam à proposta da empresa

Visualizar o espaço e o formato do evento é uma das principais tarefas que você terá que realizar, pois além de ser a grande responsável pela definição de valor do investimento é ela quem vai nortear a forma de comunicação da empresa perante os convidados.

Se estiver em dúvida sobre qual o melhor formato a sugerir, você pode dar uma olhada aqui

 Traga indicações dos concorrentes ou empresas admiradas pelos seus superiores

Empresas não costumam gostar de estar em desvantagem perante seus concorrentes. Investigue se a concorrência realizou algum evento nos últimos tempos e como foi o resultado dele. Comente sobre essa desenvoltura e argumente que vocês podem fazer melhor, muito melhor.

Adote o lema “Quem não é visto, não é lembrado”.

Concentrar pequenos esforços de comunicação muitas vezes pode sair mais caro para a empresa do que concentrar esforço para uma única ação direcionada. Nem sempre o fator economia tem o mesmo peso, levante essa questão! Faça um balanço do investimento em outras ações e mensure os resultados para contra argumentar o valor investido.

Por fim, lembre seus superiores de que quem não é visto, não é lembrado. E que não existem formas melhores de ser visto positivamente abrindo as portas da casa para novas ações que aproximem o público-alvo.

Gostou das dicas? Então compartilhe este conteúdo com um colega de trabalho para que possamos levar cada vez mais informações a quem precisa.

Sucesso hoje e sempre!