Conteúdo
A Felicidade é agora!
18/11/2016

A Felicidade é agora!

“Fui visitar um de meus filhos em Florianópolis e decidi levar um lindo vestido para minha neta. Sabia que ela ia amar. Ela chegou da escola e disse que havia trazido um presente para ela e que era um vestido!!! Ela ficou correndo pela casa, tirando a roupa toda para colocá-lo e gritando de alegria! Naquele momento eu poderia morrer. De fato, não queria morrer, mas poderia. Só para eternizar este momento! ”

Foi com esta história sobre felicidade que o filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro Mario Sergio Cortella arrancou risadas dos mais de mil convidados que estavam reunidos para assistir a palestra Felicidade Foi-se Embora?”.

Durante sua palestra, Cortella falou sobre a temporalidade da felicidade, ou seja, que são momentos felizes que as pessoas vivem e não felicidade perene, que de fato, não existe. Que a felicidade pode ser percebida em momentos como aquele que ele partilhou com sua neta e que estes sim devem ser valorizados.

“Não existe a felicidade como perenidade. A ideia da felicidade como um estado permanente é uma impossibilidade, à medida que uma boa parte dos nossos sentimentos é vivenciada pela ausência (…) Felicidade não é um estado contínuo, não pode e nem deve sê-lo. E nem seria possível, pois isso colocaria a pessoa próxima do estado de demência”, resume o filósofo, educador e escritor Mario Sergio Cortela logo na abertura do seu texto.

Além da temporalidade da felicidade, o autor discorreu também sobre compartilhar a felicidade e da importância da boa convivência familiar e o papel dos amigos para tornar mais frequentes e duradouros estes momentos felizes. Ou seja, ninguém consegue ser feliz sozinho.

“Sou feliz por pertencer a uma família afetuosa, e considerar suficiente o necessário. A razão principal da felicidade reside, porém, em dois fatores: as amizades conquistadas ao longo da vida e o sentido que imprimo à minha existência”

A palestra Felicidade foi-se embora? ” ministrada por Cortella encerrou com chave de ouro o ciclo de palestras do programa social VER São Paulo Center, programa que é uma parceria com o Voluntariado Emílio Ribas para arrecadação de embalagens de leite em pó a fim de minimizar os efeitos colaterais da forte medicação dada às crianças portadoras do vírus HIV atendidas pelo Hospital Emílio Ribas.